Solidariedade – Criança precisa de ajuda para tratamento

A mãe não pode trabalhar, devido o tratamento da filha, que requer total dedicação e conta com o apoio de pessoas solidárias, que possam abraçar a causa.

Confira abaixo o relato da mãe:

Me chamo Luciana ,tenho uma filha chamada Hayla e no ano de 2018, descobri que ela tem um tumor celebral (craniofanigioma) e desde então, saio em datas marcadas de minha cidade Juiz de Fora-MG, porque ela está em tratamento no HC da Criança na cidade de Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Ela já fez 4 cirurgias e agora ela está na etapa de Radioterapia, tendo ainda que ficar na cidade para tratamento. Peço a colaboração de todos com os custos do tratamento, pois não é totalmente pago pelo SUS, ela tem uso específico de medicamentos caros e ainda tem meus gastos, pois sou mãe solteira e arco com tudo sozinha, como : aluguel, energia elétrica, água , alimentação e mais nossas necessidades, até porque estou sem trabalhar, para acompanhá-la neste tratamento que não é em minha cidade! Desde já agradeço a cada um! 🙏

Abaixo o link para acessar a Vaquinha virtual:

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/juntos-pela-hayla

Morro do Céu – Comunidade dos Aredes 
A Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Obras, segue com as atenções voltadas para ações de infraestrutura na zona rural do município que resultem em melhorias para os moradores, mantendo seu trabalho constante de recuperação das estradas rurais. Nas imagens abaixo, é possível observar o estado de precariedade que a Gestão 2021-2024 encontrou a estrada de acesso da Comunidade dos Aredes ( Morro do Céu ) que recebe agora, os serviços de recuperação. Trata-se de respeito e cidadania às comunidades rurais de Miradouro.
Fonte: Ascom da Prefeitura de Miradouro

Ela atende pelo nome de Princesa – Recompensa de R$ 300,00

 

Uma égua de cor marrom desapareceu na noite deste domingo (11-04) na Fazenda dos Aredes. Segundo informações a dona do animal foi procura-lo na manhã desta segunda-feira (12-04), mas a égua não estava no pasto onde costuma ficar. Ela é marrom, com mancha branca na testa, ela atende pelo nome de Princesa. Quem tiver informações pode entrar em contato pelo (32)  9 8820 – 9963 / 9 9998 – 0563 – Paga-se recompensa no valor de R$ 300,00 para quem encontrar o animal.

Aconteceu nesta segunda-feira (12-04), através da ferramenta Google Meet, foi realizada uma reunião integrada, visando suscitar propostas que minimizem as consequências das intensas chuvas de início de ano, que vem assolando os municípios que são banhados pelo Rio Carangola, principalmente Carangola, Divino e Orizânia.
Com iniciativa do Polo de Carangola da CIEA ZM MG, triênio 2020/2022, o objetivo do encontro online foi fomentar projetos que amenizem as cheias do Rio Carangola, usando técnicas acessíveis, que poderão ser implantadas em qualquer propriedade rural, com custo relativamente baixo, tanto para a administração pública, quanto para o produtor, permitindo a conservação do solo, a recarga hídrica, a revitalização das nascentes e a prevenção de enchentes.
Mediada pelo presidente da CIEA MG ZM, Professor Rodrigo Carvalho Magalhães, a reunião contou com a participação dos membros da coordenação, a Superintendente Regional de Ensino de Carangola, Srª Betty Giovannoni, a representante do Sindicado Rural de Carangola, Srª Rogéria Lima, a Srª Debora Valentin da ONG Minas Vida e a representante da Sala Verde da SRE Carangola, Srª Vanilsa Santana. A parte técnica ficou por conta do representante do Instituto Estadual de Floresta, o Analista Ambiental Renato Gomes, que fez a apresentação dos projetos Barraginhas e Caixas Secas, como proposta aos municípios e se colocou à disposição para maiores esclarecimentos.
Como gesto concreto, ficou definido que cada município, apoiado pela CIEA MG ZM, irá discutir o tema com as secretarias das áreas envolvidas: Meio Ambiente, Agricultura, Obras e Educação e definir estratégias e ações para a execução dos projetos e formado um grupo com representante de cada município e a coordenação da CIEA MG ZM para monitorar e dar prosseguimento ao projeto de implantação das técnicas.
Ao final, foi apresentado também, o projeto Memorial Vivo, relacionado às vítimas COVID-19, que visa o plantio de mudas nativas em área específica no território de cada município que aderir o projeto.
Fonte: Ciea MG Zona da Mata 

 

 

Um grave acidente foi registrado na manhã desta segunda-feira (12-04), na BR 116, próximo do Serra do Sol, há 5 km de Muriaé, envolvendo dois veículos um Cruise e um Gol, ambos placas de Muriaé. Os dois veículos bateram violentamente e um deles capotou e o motorista ficou preso entre as ferragens. As primeiras informações dão conta de que os condutores dos veículos, um homem (condutor do Gol) e uma mulher (condutora do Cruise), sofreram ferimentos graves, sendo socorridos pelo Corpo de Bombeiros e SAMU e encaminhados para o Hospital São Paulo. Houve também muitos danos materiais. Mais tarde foi informado que o motorista do veículo, Gol, placa de Muriaé-MG, Jorge José da Silva Júnior, de 29 anos de idade, não resistiu aos ferimentos e veio a falecer após dar entrada no Hospital São Paulo. Ele era morador do bairro Bom Pastor, em Muriaé.

Fonte: Silvan Alves nosso parceiro em Muriaé e região

Daniel Amorim saiu pra comemoração do primeiro gol do Tombense – Foto: Victor Souza | Tombense

Gol de Keké de pênalti – Foto: Victor Souza | Tombense

 

O Tombense derrotou o América-MG por 2 a 1, gols de Daniel Amorim e Keké, com Anderson Jesus descontando para o Coelho. O duelo foi disputado neste domingo,11 de abril, às 18h15, no Almeidão, pela nona rodada do Campeonato Mineiro.

O time de Lisca chegou ao terceiro jogo sem vencer, com duas derrotas e um empate nas últimas três rodadas. Com o revés, a equipe americana perdeu a vice-liderança, estacionando nos 16 pontos, sendo ultrapassada pelo Cruzeiro, que derrotou o Galo no clássico. O Coelho é o terceiro na classificação.

O Tombense subiu na tabela, chegando aos 13 pontos, na sexta colocação, afastando as chances de ser rebaixado e entrando na briga por uma das vagas das semifinais do Estadual.

Tombense dono do jogo

O time do interior mineiro não tomou conhecimento do América e abriu 2 a 0 antes dos 20 minutos do primeiro tempo, diante de um Coelho sem forças e desorganizado.

Fonte: Portal Miradouro | Fotos: Victor Souza | Tombense

 

Mudanças na legislação de trânsito entrarão em vigor a partir desta segunda-feira (12) e você, leitor do Portal Miradouro, saberá informações importantes e relevantes sobre as principais alterações.

Nosso objetivo será trazer durante essa semana temas específicos, detalhando de forma clara e objetiva o assunto para facilitar a sua compreensão.

Vamos para o primeiro tópico?

Falaremos hoje sobre o Exame Toxicológico, que tem sido objeto de muita discussão e dúvida por parte dos condutores de veículos, em especial os habilitados nas categorias C, D e E.

Valoroso destacar que a realização de tal exame foi um tema acrescentado na legislação de trânsito de suma importância para a preservação da segurança viária, por trazer efetividade na redução de acidentes e mortes no trânsito e, principalmente, por assegurar a saúde e a integridade física dos motoristas.

Relevante fazer a observação que o exame será exigido para todos os motoristas habilitados nas categorias C, D e E, com idade inferior a 70 anos, independentemente de exercerem atividade remunerada ou não. Condutores que exercem atividade remunerada são aqueles que possuem em sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) a inserção das letras EAR.

Após estas análises, podemos discorrer que a obrigatoriedade do Exame Toxicológico não é uma inovação trazida pela lei 14.071/20, que produzirá seus efeitos a partir de amanhã (12). Esse exame já era exigido desde 2015, através da lei 13.103, que alterou o Código de Trânsito Brasileiro e, já impunha aos condutores das categorias C, D e E a sua realização a cada 2 anos e 6 meses.

O que a nova lei trará a partir de amanhã é um enquadramento legal para as autoridades de trânsito multarem os condutores que não comprovarem a realização desse exame, sendo considerado uma infração gravíssima, com multa no valor de R$ 1.467,35 e suspensão do direito de dirigir por 3 meses, condicionado ao levantamento da suspensão à inclusão no Registro Nacional de Carteiras de Habilitação (RENACH) de resultado negativo em novo exame. Ou seja, se você habilitado nas categorias C, D e E não realizava esse procedimento a cada 2 anos e 6 meses, já estava infringindo a lei desde 2015.

Complementando as informações, a Resolução 691/17 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) determina aos laboratórios a inclusão do resultado do exame no sistema RENACH, e o Departamento Nacional de Trânsito
(DENATRAN) publicou, no dia 26/03/2021, a portaria 366/21 com o referido código de enquadramento para as multas serem realizadas.

Até aí tudo certo? Vamos saber agora: Por que nenhum condutor poderá ser punido pela não comprovação do exame, mesmo com a entrada em vigor da lei 14.071/20, a partir de amanhã (12)?

A lei 14.071/20 traz em seu bojo alguns artigos que não são autoexecutáveis, e o tema relacionado ao Exame Toxicológico é um deles. Para o devido cumprimento das exigências relativas a esse exame, carecemos de uma regulamentação do assunto por parte do CONTRAN, assim como ocorreu com a publicação da Resolução 819 no dia 24/03/2021, que dispôs sobre os novos procedimentos que deverão ser observados na fiscalização de crianças no banco traseiro.

Essa normatização é indispensável e sanará dúvidas existentes até o momento, como: qual sistema informatizado os agentes autuadores buscarão informações relativas aos exames toxicológicos para fins de verificação do cumprimento dos prazos por parte dos motoristas? Como os condutores comprovarão a realização dos exames? A multa será aplicada pelo agente de trânsito no ato da fiscalização ou será uma “multa balcão”, aplicada pelo órgão executivo de trânsito no instante da renovação da (CNH)? Se aplicada no ato da renovação da CNH, será uma multa por cada período de 2 anos e 6 meses de não realização do exame, ou será apenas uma multa?…

Enfim, muitas indefinições existem ainda sobre a aplicabilidade da multa pela não realização do exame toxicológico para os condutores habilitados nas categorias C, D e E no período exigido e, enquanto o CONTRAN não se manifestar sobre esses procedimentos supramencionados, entendo que os órgãos de trânsitos não possuem meios ou ferramentas para aplicar a multa prevista aos motoristas.

Um grande abraço e até a próxima!

  • Acredita que o assunto possa ser útil para alguém? Compartilhe com a pessoa.
  • Dicas para a coluna, nos envie email; sua participação é importante para nós
  • Dúvidas ou sugestões: Instagram: @prf_cristianomendes

 

A Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Civil de Muriaé foram acionados na manhã deste domingo e as informações davam conta de que o corpo de um homem havia sido encontrado boiando no Rio Muriaé, na altura da Rua Paulo Roberto Guimarães, no bairro São José.

A princípio não foi possível identificar o corpo, que pode ter sido desovado no rio há cerca de quatro dias, segundo as autoridades. Outra informação passada, é que a vítima do sexo masculino estava vestida com roupa feminina e estava com um pano na boca e amarrado com as mãos para traz.

As autoridades continuam buscando informações para saber mais sobre este crime. Sendo confirmado o assassinato, este será o terceiro na semana, uma vez que um homem de 23 anos de idade e um menor de 14 foram vítimas de disparo de arma de fogo no início da semana e morreram no Hospital São Paulo.

Fonte: Silvan Alves nosso parceiro em Muriaé

Nota de falecimento

Os filhos Nilce, Nicélio e demais familiares cumprem o doloroso dever de comunicar o falecimento de Adahilda Maria Do Amaral Barros e convidam parentes e amigos para o seu sepultamento.

O corpo vai estar sendo velado neste domingo (11-04), a partir das 8hrs da amanhã na Capela mortuária de Miradouro de onde sairá as 11hrs para o cemitério local.

Noticiamos com pesar o falecimento de Adahilda Maria Do Amaral Barros mas conhecida como Dona Morena ,Viúva do Sr. Zezinho Malaquias

Pedimos a todos que forem ao velório usarem máscaras.

Informou o Plano Familiar Pax José Schittini

TV PORTAL

Siga-nós!

CLIQUE NO BANNER PARA OUVIR!

Patrocinadores