Buscar  
JORNALISMO

Publicada em 07/08/20 às 09:22h - 150 visualizações
TOMBENSE PODE TRAZER PARA MURIAÉ JOGO DECISIVO CONTRA O ATLÉTICO

PORTAL MIRADOURO




Depois de conquistar em Muriaé, no estádio Soares de Azevêdo, o título histórico do Campeonato Brasileiro da série D, em 2014, o Tombense pode fazer aqui em Muriaé o segundo e decisivo jogo do Campeonato Mineiro do Módulo I. A equipe do presidente Lane Gavióle quer aumentar suas chances de título contra aquela que é considerada uma das melhores equipes do país:  O Atlético Mineiro de Jorge Sampaoli. O Tombense tenta tirar da capital o segundo e decisivo jogo. As datas da decisão do Campeonato Mineiro do Módulo I já estão definidas. Dia 26 de agosto, Atlético-MG e Tombense, numa quarta-feira, provavelmente, às 21h30, no estádio do Mineirão.

 

Mas o duelo da volta, o da final, no dia 30 de agosto, segue um mistério. Isto porque no momento, apenas o Mineirão e o estádio Independência tem a homologação para receber o árbitro de vídeo. Porém, o presidente do tombense, lane Gavióle, informou à Rádio Itatiaia de Belo Horizonte, que a final do estadual só não irá acontecer aqui na Zona da Mata se a Federação Mineira de Futebol (FM), não quiser.

 

Lane explicou que o custo para a homologação do árbitro de vídeo, em torno de 14 mil reais, com o jogo teste na casa dos 16 e 20 mil reais, não é empecílio para o Tombense, visto que a equipe, para jogar em Belo Horizonte as ultimas partidas, pagou 60 mil reais.

 

Segundo o dirigente, existem duas possibilidades: a primeira, o seu estádio, o Antônio Guimarães de Almeida, “Almeidão” , em Tombos. O problema do Almeidão é que ele tem capacidade para pouco mais de três mil torcedores .O regulamento prevê que na fase mata mata, o Campeonato Mineiro deve ser disputado em estádios cuja capacidade seja superior a 10 mil torcedores, mesmo os jogos não poderem receber público por causa da pandemia do novo coronavírus.  

 

O Atlético, que é parte interessada na decisão, poderia inclusive, caso o jogo fosse realizado em um estádio com capacidade inferior a 10 mil torcedores, acionar a justiça desportiva.

 

Segundo Lane Gavióle, se o Atlético der um ofício avalisando a decisão em Tombos, ficaria tudo resolvido.

 

O presidente do Tombense informou ainda, que outra opção, seria trazer a partida para Muriaé, no estádio Soares de Azevêdo, que possui capacidade superior a 13 mil torcedores. Inclusive o Tombense, segundo a matéria da Rádio Itatiaia, já está se movimentando para levar a decisão, segundo jogo da final, aqui para a Zona da Mata, no estádio do Nacional Atlético Clube (NAC).   

 

Na final contra o Atlético Mineiro, o Tombense joga por dois empates, ou por vitória e derrota pelo mesmo saldo de gols, para ser o campeão mineiro.


Fonte: Rádio Muriaé | Informações da Rádio Itatiaia 




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Visitas: 3928962 Usuários Online: 415


PORTAL TV


Parceiros









O Portal Caparaó não se responsabiliza por qualquer comentário expresso no site ou através de qualquer outro meio, produzido através de redes sociais ou mensagens. As opiniões são de responsabilidade de seus autores.
Copyright (c) 2020 - PORTAL MIRADOURO - Todos os direitos reservados